sábado, 18 de junho de 2011

MÁRTIRES - Parte 1

Estevão – Jerusalém – 34 d.C.

A morte de Estevão foi tão importante para o cristianismo que o Espí­rito Santo fez questão de registrá–la na Bíblia, com todos os detalhes.Diante de todos os líderes políticos e religiosos da nação, aquele jovem diácono falou com imensa intrepidez sobre como Deus conduziu o povo de Israel, desde Abraão até aqueles dias. Sua ousadia causava inquietação a todos que o ouviam. A medida que falava, a multidão dos líderes judeus ficava ainda mais agitada. De repente, o jovem cristão afirmou:

"Povo rebelde, obstinado de coração e de ouvidos! Vocês são iguais aos seus antepassados–, sempre resistem ao Espírito Santo! Qual dos profetas os seus antepassados não perseguiram? Eles mataram aqueles que prediziam a vinda do Justo, de quem agora vocês se tornaram traidores e assassinos – vocês, que receberam a Lei por intermédio de anjos, mas não lhe obedeceram."

A fúria e o ódio tomaram conta dos ouvintes, de forma que começa­ram a ranger os dentes como se fossem cachorros prontos para a rinha. Todavia, Estevão fez pouco caso da ira de seus acusadores e, com os olhos fitos no alto, disse: "Vejo os céus abertos e o Filho do Homem em pé, à direita de Deus".

Ao ouvir isso, todos taparam os ouvidos, gritaram e, juntos, deixaram seus lugares e se lançaram sobre o moço, arrastando–o para fora da cidade. Tiraram o manto com o qual se cobriam e o colocaram aos pés de outro jovem chamado Saulo, que ficou assistindo, admirado, observando os líde­res da nação e seus seguidores atirarem pedras contra Estevão.

Ainda de pé, Estevão disse: "Senhor Jesus, recebe o meu espírito". A chuva de pedras aumentou. Ele caiu de joelhos, clamando: "Senhor, não os consideres culpados deste pecado", e morreu.

Enquanto os homens pegavam de volta seu manto e iam embora, Saulo se viu sozinho, olhando para o corpo inerte do jovem pregador. Saulo fora a Jerusalém para ajudar a silenciar os seguidores de Jesus, cujo número crescia cada vez mais. Apesar do ódio que sentia pelos fanáticos seguidores do Naza­reno, as palavras daquele jovem cristão ecoaram–lhe na mente. Ele não conse­guia entender como alguém estaria disposto a morrer por aquela seita mentirosa.

A Bíblia sempre retrata Jesus assentado à direita de Deus. Mas há somente uma ocasião em que vemos o Senhor em pé ao lado do Pai. Isso se deu na morte de Estêvão. O próprio Cristo se põe de pé e prepara para receber nas mansões celestiais aqueles que se recusam negá–lo nesta Terra. Só Jesus Freaks tem esse privilégio.


-Retirado do Livro: Loucos Por Jesus [Jesus Freaks] - Págs. 11 e 12 - Autor: Pr. Lúcio Barreto Jr.


2 comentários:

AZAZ disse...

Freak Carlos
Freak Christian
Fogo Consumidor

Junior Consuming Fire disse...

Pode cre Will Freak, haha
Vou postar outros q vc vai ficar de cara, são de chora mano, na humildade.